domingo, 18 de julho de 2010

Coragem de ser... Entrega ao amor.


Ter coragem de ser é o meu chamado como homem na Terra.

Ter coragem de ser não é ter descontrole sobre o ser.

Tem gente que pensa que os seres corajosos existencialmente são aqueles para os quais não limites.

Pura bobagem.

Os que têm coragem de ser são exclusivamente os que têm coragem de amar, e de não fugir do amor, não das paixões.

A entrega às paixões faz cada vez diminuir mais a capacidade interior de experimentar o amor.

O amor demanda certa vontade limpa e virgem existindo na alma.

Quanto mais simples for o amor, mais profundo será.

O amor quer apenas ser uma maneira de ver o outro, os outros e a vida.

Cônjuges que se amam não tem muito o que explicar.

O amor é.

O amor só poderia ser puro mistério. Afinal, sua procedência é mistério, pois Deus é amor.

O amor desafia a audácia dos existencialistas que jactam-se de sua coragem de ser enquanto desdenham do amor.

Pobres lutadores de lutas contratadas. Morreram secos e infelizes... cheios de casos que não o caso do coração.

A morte do bravo será sempre o descansar de um coração que não fugiu do amor quando o encontrou.

Esses conquistaram mais que impérios.

Sim, eles conquistaram o medo mais essencial dos humanos enquanto não sucumbiram à fobia da morte, que é o seu oposto: o medo de amar.

É por isso que a conquista de Deus sobre o homem só acontece quando o amor de Deus seduz a alma para sempre.

E é esse entregar ao amor que acabará por nos curar do medo.

Antes disso, Deus não terá sido o Deus da libertação.

Pois se é a verdade que liberta, é através da entrega ao amor que a liberdade se consuma.


Luiz Carlos

luiz_310@hotmail.com

.

2 comentários:

  1. Reciban muchas bendiciones desde mi blog www.creeenjesusyserassalvo.blogspot.com
    VISITANDOLES DESDE EL SALVADOR CENTROAMERICA.

    ResponderExcluir